13.11.13

Receita de Caril de Camarão com Cogumelos Frescos

Olá a todos, 
Antes de partilhar a receita de hoje, quero vos falar um pouco do Caril em si. 
A árvore-do-caril (Murraya koenigii) é uma planta originária da Índia. O seu nome está associado ao prato culinário com o mesmo nome. Na Índia as suas folhas (parecidas ao louro) são utilizadas para confeccionar muitos pratos, incluindo aquele que conhecemos na Europa como Caril. 
O Caril tradicional Indiano consiste numa mistura de várias especiarias, entre elas: Cuminhos, Coentros em pó, Piri-piri, Canela, Asafoetida (em português Assa-fétida  (Ferula assafoetida)), Folhas de Caril, Açafrão da Índia (que lhe confere a sua típica cor amarela), entre outras. O Caril também inclui sal, é muito aromático e tem um sabor um pouco picante.

Esta introdução tem o intuito de elucidar que aquilo a que chamamos Caril consiste numa mistura de diferentes especiarias. O verdadeiro Caril Indiano não pode ser considerado genuíno se não levar, pelo menos, o Piri-piri em pó, Cuminhos, Coentro em pó e Asafoetida.
O que acontece com muitos dos preparados de Caril que encontramos à venda nos supermercados Portugueses é que não levam todas estas especiarias. Quem conhece o verdadeiro Caril Indiano sabe distinguir a diferença!
Por este motivo, eu prefiro fazer as minhas diferentes receitas de Caril com uma mistura de especiarias que é importada mas que se assemelha ao que considero ser o verdadeiro Caril Indiano. Na minha opinião, Caril sem Asafoetida e Piri-piri não é Caril!

A marca de Caril que compro chama-se "Jalpur". Encontra-se à venda em alguns hipermercados na secção de comida internacional. O pacote traz 200 gramas, custa cerca de 3 Euros cada e é assim:


Tenho de guardar o pacote bem fechado numa caixa hermética pois o cheiro do Caril é tão intenso que me perfuma o armário todo! :)
Quero acrescentar que não recebo nenhuma compensação por fazer publicidade a esta marca. Apenas a recomendo porque depois de experimentar muitas marcas de (pseudo) Caril, decidi-me por esta que considero ser a mais semelhante ao típico Caril Indiano.
Dito isto, passo então a partilhar a minha receita deste Caril:

Receita de Caril de Camarão com Cogumelos Frescos e Vegetais


Ingredientes:

~ 500 gr de Camarão (de preferência selvagem) descascado e sem tripa
~ 200 gr de Cogumelos Brancos frescos laminados 
(comprei na praça e, ao contrário dos de supermercado, ainda traziam a raiz com terra que removi antes de os passar por água com vinagre e os laminar)
~ 1 Cebola média (usei roxa e biológica)
~ 1 Alho Francês médio (a parte branca)
~ 1/4 Pimento Verde
~ 1/2 Pimento Vermelho
~ 1 Raminho de Coentros frescos
~ 1 colher de chá bem cheia de Mostarda em Grão
~ 2 colheres de sopa de Caril 
~ Sumo de 1/2 lima ou limão 
~ 250 ml de água (para misturar o caril em pó e fazer o molho)
~ 2 colheres de sopa de Azeite Virgem extra
~ Pimenta Preta moída na hora (opcional)

Como Fazer:   

1. Prepare os camarões: descasque-os, remova a tripa e tempere-os com o sumo de lima (ou limão), um pouco de pimenta preta moída (opcional) e reserve. Prepare os legumes: lamine os cogumelos, corte o alho francês em rodelas finas, corte a cebola em pedaços grandes e os pimentos em tiras pequenas. Prepare também os coentros e inclua tanto as folhas como os talos (mas sem a raíz). Numa taça à parte, dissolva o caril em pó na água e reserve.

2. Num tacho largo, ponha a cebola , o azeite, a mostarda em grão e leve a fritar em lume médio. Quando a mostarda em grão começar a estalar, junte o alho francês e os pimentos. Deixe os legumes saltearem levemente. Depois junte o Caril em pó dissolvido na água e mexa bem.

3. Quando o molho de Caril começar a querer ferver, adicione os cogumelos e volte a mexer. Por último, junte os camarões e os coentros frescos finamente picados. Tape o tacho e deixe os camarões cozinharem uns 5 a 8 minutos no máximo. Prove o molho e se achar necessário ponha sal. quando os camarões estiverem cozinhados apague o lume e deixe repousar um pouco antes de servir:


 
Acompanhei o Caril de Camarão com arroz Basmati bem soltinho e brócolos cozidos a vapor. 
Bom Apetite! :)

2 comentários:

Marisa Valadas disse...

Parece muito bom

Maria Silva disse...

Boa tarde Marisa :)
Eu adoro e é daquelas receitas que fica ainda melhor no dia seguinte e por isso faço logo mais quantidade.
Obg pela visita, também estou a adorar o seu blog (só o encontrei aquando do passatempo) e vou inclui-lo na minha lista.
Cps